sicnot

Perfil

País

PSP aconselha uso de transportes públicos durante marcha lenta dos taxistas

A PSP aconselha os residentes em Lisboa a utilizarem os transportes públicos esta sexta-feira para evitar congestionamentos de trânsito devido à marcha lenta dos taxistas na cidade.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

Em protesto contra a Uber em Portugal, os taxistas vão fazer uma marcha lenta em Lisboa, Porto e Faro, sendo esperados 6.500 táxis nas ruas das três cidades.

Na capital, são esperados quatro mil táxis na marcha lenta, que arranca no Parque das Nações, na zona oriental da cidade, com destino à Assembleia da República.

A marcha lenta em Lisboa passará pelo aeroporto, Rotunda do Relógio, Avenida Almirante Gago Coutinho, Avenida Estados Unidos da América, Entrecampos, Avenida da República, Avenida Fontes Pereira de Melo, Avenida da Liberdade, Rossio, Rua do Ouro, Câmara de Lisboa, Avenida 24 de Julho e Rua D. Carlos I.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública (PSP) aconselhou a "utilização preferencial de transportes públicos para deslocações na cidade de Lisboa, tendo em conta que poderão igualmente ser afetadas zonas da cidade adjacentes às artérias mencionadas".

A PSP informou ainda que os passageiros do Aeroporto de Lisboa "podem utilizar o Metropolitano como meio de transporte, tanto para as partidas, como para as chegadas".

"Durante os condicionamentos existirão polícias a proceder ao desvio do trânsito, informando alternativas aos condutores", acrescenta a PSP no comunicado.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.