sicnot

Perfil

País

Taxistas de "mãos vazias" após reuniões na Assembleia da República

Os representantes dos taxistas comunicaram hoje que saíram de "mãos vazias" após reuniões com a chefe de gabinete do presidente da Assembleia da República e com vários grupos parlamentares e apelaram aos profissionais para não desmobilizarem.

M\303\201RIO CRUZ

Perante dezenas de taxistas que se encontram concentrados junto às escadarias da Assembleia da República, em protesto contra a empresa de serviço de transporte privado Uber, os presidentes da Federação Portuguesa do Táxi (FPT) e da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) afirmaram que as reuniões mantidas durante esta tarde não trouxeram resultados positivos.

"Da minha parte, tenho que vos dizer que levo as minhas mãos vazias, zero, nada", afirmou o presidente da ANTRAL, Florêncio Almeida.

O presidente da FPT, Carlos Ramos, alinhou pela mesma opinião: "Trouxemos uma mão cheia de nada", lamentou.

De acordo com os representantes dos taxistas, nas reuniões com os grupos parlamentares do PCP, Bloco de Esquerda e PSD foi-lhes manifestada solidariedade e os partidos "pediram para esperar um mês para terem uma posição", tempo que coincide com a petição apresentada pelos taxitas.

"A solidariedade mostrada por estes partidos é muito pouco face à gravidade dos problemas que o setor atravessa hoje", sustentou o presidente da FPT.

Os dois dirigentes informaram que ainda iam ser hoje recebidos com o grupo parlamentar do PS.

Em função desta reunião, os taxistas vão depois decidir medidas a tomar.

"Devemos ir comprar umas sandes, deixarmo-nos ficar por aqui e refletir um pouco sobre aquilo que vamos fazer depois da reunião com o PS", sustentou Carlos Ramos, cerca das 17:00.

A marcha lenta de taxistas chegou hoje ao parlamento às 13:45, encabeçada pelos dirigentes das duas associações de táxis que convocaram a contestação.

Em Lisboa, os taxistas em protesto contra a empresa de serviço de transporte privado Uber partiram às 09:30, em marcha lenta, do Campus de Justiça, no Parque das Nações, em direção ao aeroporto de Lisboa.

A marcha lenta, com destino à Assembleia da República, passou pelo aeroporto, Rotunda do Relógio, Avenida Almirante Gago Coutinho, Avenida Estados Unidos da América, Entrecampos, Avenida da República, Avenida Fontes Pereira de Melo, Avenida da Liberdade, Rossio, Rua do Ouro, Câmara de Lisboa e Avenida 24 de Julho.

Esta iniciativa é o culminar de uma semana de luta destas duas associações para pressionar o Governo a suspender a atividade da Uber.

O serviço de transporte Uber permite chamar um carro descaracterizado com motorista privado através de uma plataforma informática, que existe em mais de 300 cidades de cerca de 60 países.

O protesto de taxistas decorreu também no Porto e em Faro.

Lusa

  • "A banca parece que não aprendeu nada com a bolha imobiliária de 2008"
    3:23

    Opinião

    O Governo quer limitar a venda de produtos financeiros pelos bancos. Está no parlamento uma proposta de lei que penaliza as más práticas comerciais e tenta proteger os clientes, evitando abusos e encargos excessivos e obrigando os bancos a prestarem-lhes mais informação. A proposta prevê ainda que seja dada mais formação aos funcionários. Miguel Sousa Tavares considera a decisão do Governo acertada uma vez que protege os interesses dos clientes. O comentador da SIC faz ainda referência ao ano 2008, início da crise no ramo imobiliário por "culpa dos credores".

    Miguel Sousa Tavares

  • PSP apreende 11 armas e 700 quilos de droga
    0:59

    País

    A PSP recuperou mais três das 57 pistolas Glock que foram dadas como desaparecidas da Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública, há mais de um ano. As armas foram apreendidas na última madrugada durante uma operação de combate ao tráfico de estupefacientes. Três pessoas foram detidas. Além das três Glock que pertenciam à PSP, foram aprendidas mais 11 armas e 700 quilos de droga.

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47

    Opinião

    Donald Trump admite regras mais apertadas para quem compra armas, isto após o tiroteio numa escola da Florida que fez 17 mortos. Miguel Sousa Tavares defende que os Estados Unidos da América são "uma sociedade de pistoleiros" e diz que a Associação Nacional de Rifles "gasta muito dinheiro" para conseguir que as leis não sejam mudadas no Senado.

    Miguel Sousa Tavares