sicnot

Perfil

País

Taxistas vão ser recebidos hoje pelo secretário de Estado do Ambiente

Uma delegação de taxistas vai ser hoje recebida pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, anunciaram os representantes destes profissionais, após uma reunião na Assembleia da República com o grupo parlamentar do PS.

Faro

Faro

LUÍS FORRA/LUSA

"Vamos agora para a Secretaria de Estado para sermos recebidos pelo senhor secretário de Estado, porque o senhor ministro está para o Porto", disse Florêncio Almeida, presidente da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL).

O anúncio foi feito cerca das 17:50 perante dezenas de taxistas que se encontram concentrados junto às escadarias da Assembleia da República, em protesto contra a empresa de serviço de transporte privado Uber, na companhia do presidente da Federação Portuguesa do Táxi (FPT), Carlos Ramos.

Os dois dirigentes lideram a comitiva que se dirigiu à Secretaria de Estado, enquanto os taxistas ficaram a aguardar junto ao Parlamento que regressem da reunião com o governante.

Cerca das 18:15, fonte do Ministério do Ambiente disse à agência Lusa que a reunião "já estava a decorrer".

Florêncio Almeida disse, ainda, que o grupo parlamentar do PS assumiu o compromisso de ajudar a resolver este problema.

"O grupo parlamentar do PS comprometeu-se a, na segunda-feira, chamar todas as entidades que foram notificadas pelo tribunal para fazerem cumprir a decisão do tribunal e [saber] porque é que não o fizeram até aqui", afirmou o presidente da ANTRAL.

Este responsável acrescentou que o grupo parlamentar do PS também se comprometeu a agendar este assunto para ser discutido na comissão parlamentar.

"E vão tentar também agendar que este problema seja resolvido o mais rapidamente possível. Eles só na quarta-feira é que vão fazer aprovar o requerimento (...) na comissão. E a partir daí, pelo menos mais oito dias, a gente tem de aguardar", acrescentou Florêncio Almeida.

Uma marcha lenta de centenas de táxis chegou hoje ao parlamento às 13:45, encabeçada pelos dirigentes das duas associações de táxis que convocaram a contestação.

Em Lisboa, os taxistas em protesto contra a empresa de serviço de transporte privado Uber partiram às 09:30 do Campus de Justiça, no Parque das Nações, em direção ao aeroporto de Lisboa.

A marcha passou depois pela Avenida Almirante Gago Coutinho, Avenida Estados Unidos da América, Entrecampos, Avenida da República, Avenida Fontes Pereira de Melo, Avenida da Liberdade, Rossio, Rua do Ouro, Câmara de Lisboa e Avenida 24 de Julho.

Esta iniciativa é o culminar de uma semana de luta das duas associações para pressionar o Governo a suspender a atividade da Uber.

O serviço de transporte Uber permite chamar um carro descaracterizado com motorista privado através de uma plataforma informática, que existe em mais de 300 cidades de cerca de 60 países.

O protesto de taxistas decorreu também no Porto e em Faro.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.