sicnot

Perfil

País

Jerónimo de Sousa diz que reposição de direitos não esmoreceu a luta

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu hoje que a solução política de Governo que permitiu repor direitos e salários "não vem travar ou esmorecer a luta", afirmando que os avanços "ainda não são suficientes".

ANT\303\223NIO COTRIM

"Foram os trabalhadores portugueses, com a sua luta prolongada durante quatro anos, que deram uma contribuição decisiva, para a derrota do governo PSD/CDS. Foi uma luta que teve depois aliado o voto da maioria dos portugueses que afastou definitivamente esse governo e encetou uma nova solução política que, ao contrário do que se diz, não vem travar ou esmorecer a luta", afirmou Jerónimo de Sousa.

O líder comunista falava aos jornalistas antes de integrar o desfile do 1.º de Maio, promovido pela CGTP-IN, quando a manifestação ia meio da avenida Almirante Reis, em Lisboa.

"Os avanços verificados, sendo importantes - e não desvalorizamos-, não são suficientes, são limitados. O resultado das eleições, a partir dessa luta, para além desse avanço de direitos, de salários, abriu uma janela de esperança a quem tanto lutou", defendeu Jerónimo de Sousa.

O secretário-geral do PCP, acompanhado por dirigentes comunistas como Francisco Lopes, sublinhou esses avanços, concretizados na "reposição de direitos, de salários, de prestações sociais", depois de um executivo PSD/CDS-PP que "infernizou a vida dos portugueses".

"Nesse sentido, este maio de luta é também um maio de festejo, de celebração, de confiança no futuro", disse.

Jerónimo de Sousa defendeu que "a solução política será tanto mais duradoura conforme se responda aos anseios dos trabalhadores e do povo português".

"Este Governo pode ser mais duradouro, corresponder a expectativas, se em relação a esses direitos, em relação a essa esperança, corresponder com a sua política", afirmou, sublinhando que "a posição conjunta PS/PCP define o grau de compromisso".

"Estamos empenhados seriamente para que as coisas andem para a frente, mas como sabem, há divergências, há diferenças, que podem determinar muito do futuro. Mas o nosso posicionamento é claro: esse grau de compromisso será honrado pelo PCP, afirmando a nossa autonomia, as nossas diferenças, mas acho que isso é salutar, porque não há engano de qualquer uma das partes", acrescentou.

Lusa

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.