sicnot

Perfil

País

Estivadores e Governo não chegaram a acordo

Os estivadores e o Governo não chegaram a acordo esta tarde para resolver a situação que leva à greve nos portos nacionais. A greve dura já há mais de duas semanas e pode prolongar-se até 27 de maio, pelo menos essa é a data que consta no pré-aviso entregue.

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

Na semana passada, o Governo decidiu fixar serviços e foi nesse sentido que o sindicato dos estivadores foi chamado esta tarde ao Ministério do Trabalho para discutir os serviços mínimos nos portos nacionais.

Os trabalhadores avançaram para a greve por falta de entendimento com os operadores portuários sobre o novo contrato coletivo de trabalho. Este tema não foi discutido no encontro desta terça-feira, com a Direção geral do emprego.

Esta não foi a primeira reunião do género e tal como na semana passada, terminou sem um acordo que permita ultrapassar esta situação.

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.