sicnot

Perfil

País

Cerca de 200 estrangeiros fizeram prova de português para adquirir nacionalidade

Cerca de 200 cidadãos estrangeiros fizeram em 22 escolas nacionais a Prova de Conhecimento da Língua Portuguesa para Aquisição de Nacionalidade, suspensa há mais de quatro anos, indicou hoje o Ministério da Educação.

© Stephane Mahe / Reuters

A prova, que decorreu na quarta-feira em 19 escolas do continente e três dos Açores, foi o primeiro exame em Portugal, "da responsabilidade do Ministério da Educação, a ser inteiramente realizado em computador (em e-assessment)", frisou o Ministério em comunicado, acrescentando que os resultados serão divulgados no final de maio.

Os candidatos à prova escrita "são maioritariamente provenientes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (30,3%), seguindo-se a Europa de Leste (26,7%) e a Ásia do Sul (9,2%)", lê-se no documento, sendo "os países mais representados o Brasil (17,5%), a Ucrânia (15,2%) e Angola (14,2%)".

O Ministério indicou ainda que "40 candidatos com idade igual ou superior a 60 anos que não sabem ler ou escrever ou com graves problemas de saúde ou deficiências várias" não fizeram a prova escrita e serão submetidos a uma prova oral em junho.

Lusa

  • PS volta a subir nas intenções de voto, PSD é o que mais perde
    1:51
  • "Os castigos incluiam sovas frequentes e até estrangulamento"
    5:03