sicnot

Perfil

País

Governo exige que Passos Coelho fundamente as acusações sobre o ministro da Educação

Governo exige que Passos Coelho fundamente as acusações sobre o ministro da Educação

O Governo exige que Pedro Passos Coelho concretize e fundamente as acusações que fez sobre o ministro da Educação, isto no âmbito da polémica em torno do financiamento do Estado aos colégios privados com contrato de associação. O líder o PSD insinuou que Brandão Rodrigues se move por interesses, na questão dos contratos entre o Estado e os colégios privados.

  • Passos Coelho lança ataque à política de Educação do Governo socialista
    2:04

    País

    Pedro Passos Coelho fez duras críticas à atual política de Educação. Ontem à noite, o presidente do PSD insinuou que o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues representa interesses alheios ao Governo. No discurso que assinalou os 42 anos do PSD, o ex-primeiro-ministro criticou ainda a anunciada intenção de acabar com os contratos de associação entre o Estado e os colégios privados.

  • Passos acusa Governo de alterar regras dos contratos celebrados
    1:01

    País

    Depois da polémica em torno do financiamento do Estado a turmas dos colégios privados, Pedro Passos Coelho acusa o Governo de estar a quebrar as regras que foram celebradas nos contratos de associação e avisa que podem vir aí consequências para o Estado. O ex-primeiro-ministro considerou ainda a atitude do Governo retrógrada.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.