sicnot

Perfil

País

Suspeito de falsificar documentos para atribuição de nacionalidade portuguesa fica em preventiva

Ficou em prisão preventiva um homem extraditado do Reino Unido, suspeito de pertencer a uma rede criminosa que falsificava documentos para a atribuição de nacionalidade portuguesa. O homem tinha sido detido em Leicester em dezembro passado, no decurso de uma carta rogatória enviada pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Para além deste suspeito, há ainda outros quatro arguidos em prisão preventiva e sete com outras medidas de coação. De acordo com o SEF o grupo cobrava elevadas quantias monetárias, que podiam chegar aos 30 mil euros, para conseguir a nacionalidade portuguesa para cidadãos oriundos da Índia e países vizinhos, e que alegavam ter nascido em Goa, Damão e Diu.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.