sicnot

Perfil

País

Homem acusado de matar a mulher em Seia condenado a 19 anos de prisão

O homem acusado de matar a mulher num acidente rodoviário que terá simulado, em Seia, foi hoje condenado pelo tribunal da Guarda a 19 anos de prisão por crime de homicídio qualificado.

O caso remonta a 18 novembro de 2014 e o alegado acidente ocorreu na estrada de ligação Furtado - Sandomil, em Seia, na sequência de uma discussão sobre o relacionamento com a companheira Ana Rita, advogada, de 38 anos.

Segundo a acusação, o arguido, motivado por ciúmes, agrediu a companheira e, "com o intuito de provocar na vítima lesões compatíveis com a tese de acidente e que permitissem ocultar as lesões que lhe havia infligido voluntariamente, decidiu simular a ocorrência de um acidente de viação".

É referido que, mantendo a vítima no interior do carro, "destravou-o, abriu os vidros das janelas das portas do lado do condutor e do pendura e empurrou o veículo pela ravina ali existente, aguardando que este capotasse ou se incendiasse".

O tribunal de júri absolveu o homem, agora com 39 anos, da prática de sabotagem informática.

Durante o julgamento, a 25 de novembro, o homem tinha negado ter delineado um plano para matar a mulher.

  • Homicídio em Seia, leitura do acórdão marcada para hoje
    2:50

    País

    A poucas horas do tribunal da Guarda anunciar se Rui Andrade matou ou não a mulher, sabe-se que o tribunal de Pombal já decidiu o futuro das duas filhas menores. Quando o ano letivo terminar, a 9 de junho, as meninas de 6 e 8 anos deixam a casa dos avós maternos na Batalha e passam a residir com os avós paternos em Furtado, Seia. A administração dos bens das crianças fica a cargo do próprio arguido.

  • França vence o Peru e apura-se para os oitavos de final do Mundial

    Mundial 2018 / França

    A França venceu o Peru num encontro da 2.ª jornada do grupo C do Mundial 2018. Aos 34 minutos, Pogba passou para Giroud na esquerda, que tentou de pronto o remate, mas a bola saiu prensada por um defesa e chegou até à boca da baliza, onde apareceu Mbappé que praticamente só tem que encostar para pôr a França em vantagem no marcador. Ainda na primeira parte, Lucas Hernández tentou, por duas vezes consecutivas, marcar o segundo golo da França. Na segunda parte, o peruano Farfán ainda rematou várias vezes à baliza de Hugo Lloris, mas sem êxito.

  • Colisão mortal no IC1 perto da Marateca
    1:51
  • Portugal e Espanha empatados em tudo... menos nos amarelos
    1:42
  • Fase de grupos é o "momento mais crítico", diz Fernando Santos
    0:21