sicnot

Perfil

País

Identificados 45 novos sítios arqueológicos na bacia do rio Lis

Especialistas identificaram 45 novos sítios arqueológicos na bacia do rio Lis e começaram escavações em quatro locais entre setembro de 2015 e este mês, anunciou hoje a Câmara de Leiria.

Câmara Municipal de Leiria

A autarquia informou que as identificações foram feitas no âmbito do projeto de arqueologia EcoPLis - Ocupação Humana nos Ecótonos do Rio Lis, com a ajuda da Câmara Municipal, das juntas de freguesia e do Núcleo de Espeleologia de Leiria e com a autorização de proprietários das propriedades em causa.

Segundo uma nota de imprensa do município, começaram também escavações na Gruta e no Abrigo da Buraca da Moira (considerados dois locais de escavações), no Abrigo do Poço e na praia do Pedrógão, em que se incluem "grutas, abrigos e sítios de ar livre, cobrindo uma cronologia que vai desde o Paleolítico Inferior até ao Calcolítico".

"Entre eles inclui-se um conjunto de necrópoles do Neolítico/Calcolítico, contexto até agora inédito na região. Entre os artefactos recolhidos, contam-se instrumentos em pedra talhada, cerâmica manual e adornos como conchas perfuradas, ossos trabalhados e placas de xisto", acrescenta o comunicado.

O município acrescenta que foram ainda "recolhidos milhares de ossos de animais e conchas marinhas, por vezes em sítios localizados a mais de 20 quilómetros do litoral, revelando a grande importância do estudo da relação entre os sítios arqueológicos localizados no litoral e os localizados no interior".

O projeto EcoPLis é uma ação conjunta entre a Universidade do Algarve, a Câmara de Leiria e a University of Tulane (EUA) que "procura tirar proveito das excelentes condições que a bacia do rio Lis oferece para compreender a arqueologia e as mudanças no ambiente desta região durante a Pré-história".

Com a ajuda de modernas tecnologias, a equipa, que contempla especialistas e estudantes de licenciatura, mestrado e doutoramento de vários países, "procura reconstruir, com o maior detalhe possível, a forma como as populações desse vasto período de tempo, mas principalmente as do Paleolítico, se adaptaram às constantes mudanças na paisagem".

Lusa

  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite