sicnot

Perfil

País

Acesso ao maciço central da Serra da Estrela cortado devido à queda de neve

Os troços de acesso ao maciço central da Serra da Estrela estão hoje de manhã encerrados ao trânsito devido à queda de neve, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro de Castelo Branco.

(LUSA/ ARQUIVO)

Segundo a fonte, os troços entre Piornos/Torre e Torre/Lagoa Comprida estão interditos à circulação automóvel desde as 8:15, não havendo para já previsões quanto à reabertura.

O Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje períodos de céu muito nublado, aguaceiros, que podem ser pontualmente fortes, de granizo e acompanhados de trovoada, em especial nas regiões centro e sul e possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela até ao final da manhã e para o final do dia.

Nove distritos do continente estão sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva forte.

O IPMA emitiu também 'Aviso Amarelo' de agitação marítima para a costa norte da Madeira e Porto Santo, prevendo-se ondas de noroeste com 4 a 4,5 metros entre as 15:00 de hoje e as 06:00 de quarta-feira.

O aviso amarelo significa "risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica".

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:28

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje, no continente, períodos de céu muito nublado, aguaceiros, que podem ser pontualmente fortes, de granizo e acompanhados de trovoada, em especial nas regiões centro e sul, e possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela até ao final da manhã e para o final do dia.

  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.