sicnot

Perfil

País

Caudais lançados no Tejo começaram a baixar, mas mantém-se o alerta para eventual cheia

Os níveis dos volumes lançados hoje pelas barragens no Tejo começaram a baixar nas últimas horas, o que levará a uma "ligeira diminuição dos caudais" do rio, mantendo-se contudo o alerta para eventualidade de cheia.

PAULO CUNHA

Em comunicado emitido hoje de manhã, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém afirma que o maior caudal lançado pelo conjunto das barragens com influência no rio Tejo foi de 1.830 metros cúbicos por segundo às 23:00 de segunda-feira, valores que "têm vindo a baixar nas últimas horas, o que levará a uma ligeira diminuição" dos níveis da água do rio.

Contudo, "a imprevisibilidade da informação proveniente de Espanha", relativamente aos caudais lançados pelas barragens espanholas, "não permite realizar uma previsão alargada, pelo que se manterá o alerta para eventualidade de cheias", adianta.

Assim, mantêm-se as recomendações às populações para que retirem das zonas normalmente inundáveis equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens e que levem os animais para locais seguros, retirando os rebanhos que se encontram nas zonas de risco.

A Proteção Civil recomenda ainda que não sejam atravessadas estradas ou zonas alagadas com viaturas ou a pé.

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • Erdogan vence eleições na Turquia que marcam a passagem para um regime presidencialista

    Mundo

    O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, obteve nas eleições de domingo mais que os 50% de votos necessários para ser eleito à primeira volta para um novo mandato presidencial com poderes reforçados, anunciaram hoje as autoridades eleitorais. Estas eleições são particularmente importantes porque representam a passagem do sistema parlamentar até agora em vigor para um regime presidencialista, que permitirá a Erdogan aumentar consideravelmente as suas prerrogativas.

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02