sicnot

Perfil

País

Contra o buzinão, em silêncio e de bicicleta

Um grupo de utilizadores de bicicletas promove hoje um passeio, silencioso, em resposta ao anunciado buzinão contras as obras no Eixo Central de Lisboa. A contra-manifestação acontecerá à mesma hora, 18:30.

MÁRIO CRUZ/LUSA

A iniciativa foi dinamizada através das redes sociais.

Está previsto que os ciclistas percorram o Eixo Central, com partida do Marquês de Pombal e em silêncio, marcando a diferença em relação ao buzinão.

A Associação para a Mobilidade Urbana em Bicicleta (Mubi) associou-se ao protesto.

Em causa está o facto de ter sido divulgado que afinal as duas ciclovias previstas no projeto iam ser substituídas por apenas uma, bidirecional, com o objetivo de garantir um maior número de lugares de estacionamento.

  • Associações em defesa das obras no Eixo Central de Lisboa
    0:55

    País

    A intervenção no Eixo Central de Lisboa tem uma duração estimada de 9 meses e prevê o alargamento dos passeios, a criação de zonas verdes e de estadia, a repavimentação das faixas de rodagem, o reordenamento do estacionamento e a criação de uma ciclovia bidirecional. José Soares, da Associação de Moradores das Avenidas Novas, e Manuel João Ramos, da Associação de Cidadãos Automobilizados, acreditam que estas medidas vão permitir uma melhor mobilidade e defendem o plano de requalificação do Eixo Central.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".