sicnot

Perfil

País

Lisboa vai ter mais polícias e bombeiros a partir da próxima semana

O vereador dos Recursos Humanos da Câmara Municipal de Lisboa afirmou hoje, perante os deputados municipais, que o município vai receber "48 novos sapadores bombeiros", e em breve "43 polícias municipais".

SIC

"Na próxima segunda-feira vão entrar para o município de Lisboa mais 48 novos sapadores bombeiros, e 43 polícias municipais novos vindos da PSP em breve chegarão", disse João Paulo Saraiva na Assembleia Municipal de Lisboa (AML).

O autarca fala no âmbito da discussão do Relatório de Gestão e Demonstrações Financeiras de 2015, pela AML.

"O concurso para 100 cantoneiros está a correr bem e vamos poder incorporá-los ainda este ano, esperamos nós", acrescentou o responsável, lembrando limitações à contratação, impostas nos últimos anos pelo Orçamento do Estado.

Aquando da apresentação dos resultados financeiros, no início de abril, a diretora municipal de Finanças, Paula Costa, afirmou que em 2015, "155 pessoas saíram [em aposentações e rescisões amigáveis] e deram entrada 94".

Na altura, João Paulo Saraiva disse que "as entradas mais expressivas" devem ocorrer durante este ano.

Hoje, o autarca afirmou também que Lisboa está "num momento de racionalização das instalações municipais".

"Todos e cada um dos trabalhadores que saem dos sítios onde estão terão melhores condições de trabalho, e poderão prestar melhor serviço aos munícipes nos sítios para onde vão, nomeadamente no Entreposto", frisou.

É neste edifício da empresa Entreposto, Gestão Imobiliária, na Praça José Queirós (Olivais), que os serviços de Alcântara, da Rua da Boavista e de Monsanto vão ser realojados temporariamente, por cinco anos.

João Paulo Saraiva aproveitou para convidar todos os deputados municipais para uma visita ao local, em data a agendar.

Durante a sessão de hoje, este tema mereceu críticas de diversas forças representadas na AML.

O PCP criticou uma "nova descida de efetivos", número que o partido espera que possa "ser compensado por trabalhadores que estão a recibos verdes".

Na mesma linha, o PEV considerou que o "mapa de pessoal está aquém das necessidades do município", criticando o "aumento de verba para contratar serviços" externos.

"Se antes não se fazia mais porque não havia dinheiro, porque não se faz agora?", questionou a deputada Cláudia Madeira.

O CDS-PP, pela voz do deputado Diogo Moura, aproveitou para criticar o executivo considerando que se assiste a um "desinvestimento em pessoal, materiais e qualidade de serviço no Regimento de Sapadores Bombeiros".

Lusa

  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa