sicnot

Perfil

País

Obras em Lisboa afetam trânsito na Frente Ribeirinha

Obras em Lisboa afetam trânsito na Frente Ribeirinha

Várias zonas de Lisboa vão estar em obras de requalificação, até meados de 2017. Algumas já estão em curso, como as da Frente Ribeirinha e a do chamado Eixo Central, entre a rotunda do Marquês e Entrecampos. Na zona do Cais do Sodré, em Lisboa, está a repórter Sara Antunes de Oliveira que relata a forma como as obras estão a afetar a vida dos lisboetas.

Nos próximos meses, enquanto decorrem as obras, são previsíveis incómodos e maiores tempos de espera para quem circula de carro nas zonas a requalificar. A Câmara diz que está a monitorizar diariamente a situação, para minorar o impacto em quem vive ou trabalha em Lisboa.


Além da sinalização de vias alternativas, equipas da Polícia Municipal estão em cada uma das frentes de obra para agilizar a fluidez do trânsito.


Segundo a autarquia, o objetivo das obras no Eixo Central e na Frente Ribeirinha é devolver espaço público às pessoas e retirar trânsito automóvel da cidade.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.