sicnot

Perfil

País

Internamento compulsivo para idosa que terá matado outra com uma bengala em Ourique

O Tribunal de Ourique determinou o internamento compulsivo, em serviço de psiquiatria, da idosa que terá matado outra, com uma bengala, no domingo à noite, no lar da Misericórdia local, disse hoje à agência Lusa fonte policial.

Arquivo Reuters

De acordo com a mesma fonte, a mulher, de 69 anos, fica internada na ala psiquiátrica do hospital de Beja.

O regime de internamento compulsivo foi determinado pelo Tribunal de Ourique, onde a idosa foi presente, na terça-feira à tarde, a interrogatório judicial.

O alegado crime ocorreu cerca das 22:50 de domingo, no quarto que as duas idosas partilhavam no lar da Santa Casa da Misericórdia de Ourique, no distrito de Beja.

A alegada homicida "agrediu violentamente" a vítima, de 88 anos, com uma bengala, provocando-lhe a morte, segundo fonte policial.

A Santa Casa da Misericórdia de Ourique indicou, na altura, que a morte da idosa ocorreu "em circunstâncias ainda não devidamente esclarecidas".

Segundo a Misericórdia, a idosa que "alegadamente agrediu mortalmente a vítima estava a ser acompanhada pelo serviço de psiquiatria do hospital de Beja, que lhe concedeu altas consecutivas".

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ).

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.