sicnot

Perfil

País

Marcelo promete ser voluntário em Santa Maria e deixa indireta a Catarina Martins

Marcelo Rebelo de Sousa prometeu hoje fazer voluntariado no Hospital de Santa Maria quando terminar o seu mandato como Presidente da República e deixou uma crítica indireta à porta-voz do Bloco de Esquerda (BE) sobre trabalho voluntário.

TIAGO PETINGA

"De quando em vez ouve-se uma ou outra voz na sociedade portuguesa, um pouco estranha, quase aberrante, a dizer: não é bom haver trabalho voluntário, deve haver prioridade ao trabalho pago", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, na sessão comemorativa dos 20 anos da Associação dos Amigos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

A 17 de abril, em Coimbra, a propósito da precariedade no mercado laboral português, porta-voz do BE, Catarina Martins, afirmou que "trabalho voluntário é uma treta" e defendeu que só deve existir "quando houver pleno emprego" em Portugal: "Até lá, só contratos de trabalho".

Nesta sessão no Hospital de Santa Maria, o chefe de Estado elogiou quem faz voluntariado, considerando que "a disponibilidade para os outros rejuvenesce" e é "a única forma de verdadeira realização pessoal".

"O trabalho voluntário, o voluntariado de que falamos vai para além da atividade profissional de muitos e, noutros casos, representa uma forma própria, autónoma, de realização pessoal que não tem a ver com atividades profissionais desenvolvidas no passado", acrescentou.

Antes de intervir, Marcelo Rebelo de Sousa foi desafiado para ser voluntário na Associação dos Amigos do Hospital de Santa Maria quando deixar a chefia do Estado.

O Presidente aceitou o desafio, sugerindo que só fará um mandato de cinco anos: "Está aceite. Cá estarei, convosco. É esperarem cinco anos, não é tanto assim".

No seu discurso, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que pertence "há muito tempo aos chamados voluntários informais", no domínio dos cuidados paliativos, noutras unidades de saúde.

"Tenho a exata noção do mérito da vossa atividade, e penso que ela é exemplar na sociedade portuguesa. Esse espírito é fundamental em todos os domínios da sociedade portuguesa: a abertura aos outros, a disponibilidade para os outros, o serviço dos outros, o ser capaz de ultrapassar os egoísmos", defendeu.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.