sicnot

Perfil

País

Prisão preventiva para homem que abusou de filho de cinco anos

O juiz de instrução criminal determinou a prisão preventiva para o homem que abusou sexualmente do filho de cinco anos durante três meses, indicou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Stephen Lam / Reuters

A PGDL adianta que o arguido ficou "fortemente indiciado" dos crimes de abuso sexual de criança e detenção de arma proibida.

Segundo a PGDL, o homem sujeitou o filho de cinco anos à prática de diferentes atos de índole sexual, pelo menos uma vez por semana, entre finais de 2015 e março de 2016.

Na altura da detenção foram encontradas na posse do arguido e apreendidas uma pistola, um punhal e uma navalha tipo "borboleta", refere aquele organismo do Ministério Público.

A PGDL refere ainda que homem foi detido e presente ao juiz de instrução criminal a 27 de abril.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.