sicnot

Perfil

País

Saída de Paulo Portas do Parlamento "está por dias"

O ex-presidente do CDS-PP Paulo Portas disse hoje à Lusa que a sua saída da Assembleia da República "está por dias", de acordo com o que combinou com a atual líder centrista, Assunção Cristas.

ESTELA SILVA

"Está por dias. Tenho isso tudo combinado com a senhora presidente [do partido]", disse Paulo Portas à agência Lusa, sem querer concretizar qual o dia em que deixará o parlamento.

Com a saída de Paulo Portas, entra para o grupo parlamentar centrista Filipe Anacoreta, que já havia assumido o mandato no início da legislatura quando Paulo Portas esteve no Governo de Pedro Passos Coelho que foi derrubado pela maioria de esquerda na Assembleia da República.

Filipe Anacoreta Correia, advogado, líder da tendência Alternativa e Responsabilidade (AR), foi crítico de Paulo Portas, e com a presidência de Assunção Cristas passou a integrar a comissão executiva, o órgão de direção mais restrito.

Assunção Cristas sucedeu a Paulo Portas na liderança do CDS-PP no Congresso de Gondomar, em março.

Paulo Portas liderava os centristas desde o Congresso de Braga, em 1998, apenas com um interregno de dois anos, durante a presidência de José Ribeiro e Castro (2005-2007).

Lusa

  • Portas assume vice-presidência da Câmara do Comércio
    2:03

    Economia

    Paulo Portas assumiu hoje o cargo de vice-presidente da Câmara do Comércio e Indústria de Portugal e admitiu que não ficará por este novo cargo. Na instituição, Portas irá desempenhar a função de promover empresas portuguesas no mercado internacional.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30, marcando o reinício da sessão para as 14:15. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.