sicnot

Perfil

País

Sobrinho-neto de Salazar reclama bens depositados na Câmara de Santa Comba Dão

Um sobrinho-neto de António de Oliveira Salazar reclama, em tribunal, a devolução de bens do antigo presidente do Conselho que se encontram em depósito na Câmara de Santa Comba Dão ou, em alternativa, o pagamento de 324 mil euros.

1942 - Salazar encontra-se com o ditador espanhol general Franco, no Alcazar de Sevilha, para debaterem a neutralidade na II Guerra Mundial.

1942 - Salazar encontra-se com o ditador espanhol general Franco, no Alcazar de Sevilha, para debaterem a neutralidade na II Guerra Mundial.

Hoje de manhã decorreu no Tribunal de Viseu uma audiência prévia deste processo, tendo o início do julgamento ficado marcado para 24 de novembro.

O sobrinho-neto da figura maior do Estado Novo, Rui Salazar, explicou à agência Lusa que em causa estão bens que entregou à Câmara após 2006 e relativamente aos quais nunca chegou a ser feita uma escritura de doação.

Segundo Rui Salazar, "em 2002 e em 2005 foram depositados na Câmara determinados bens que eram da herança do professor Salazar, e não só", relativamente aos quais foi feita uma escritura de doação em maio de 2006.

Entre esses bens estava "material filatélico, numismático, medalhístico, objetos vários, revistas, jornais, documentos, mapas e livros", explicou.

A Câmara de Santa Comba Dão recebeu também, por doação, um terço dos bens imóveis da herança da família de Salazar, que era natural da freguesia de Vimieiro, naquele concelho.

Também relativamente a estes bens imóveis "está tudo certo", porque foi feita escritura de doação a 17 de maio de 2006, esclareceu.

Rui Salazar explicou que o processo que vai começar a ser julgado em novembro se prende com o que entregou à Câmara, para depósito, após 2006, ou seja, em novembro e dezembro de 2007, em setembro de 2008 e em janeiro de 2009.

Nestas datas, entregou mais "livros, jornais, revistas, mapas, material filatélico, numismático, medalhístico e objetos vários", com a intenção de, posteriormente, ser feita uma escritura de doação, o que nunca chegou a acontecer, contou.

"O presidente de Câmara que estava (João Lourenço) não deu origem a escritura nenhuma. O atual (Leonel Gouveia) chegou, nem sequer me chamou para oficializar esse depósito que estava na Câmara, o que me leva a depreender que não estão minimamente interessados", considerou.

Foi por isso que Rui Salazar decidiu colocar a Câmara de Santa Comba Dão em tribunal. "Se não estão interessados, quero as coisas de volta", frisou.

Caso a Câmara não devolva os bens, pede uma indemnização de 324 mil euros, que considera corresponder apenas "a uma parte" do espólio que entregou.

Em 2006, o então presidente de Câmara João Lourenço considerou as doações "mais um passo" no processo de construção do Museu e Centro de Estudos do Estado Novo.

O projeto incluía um espaço museológico onde estariam expostos vários objetos que pertenceram a Salazar, um de investigação de documentação existente referente a esse período e um terceiro que retrataria a história de Portugal entre 1926 e 1974, com o nome de "corredor da História", contendo referências à Guerra Colonial, à Segunda Guerra Mundial e ao 25 de Abril de 1974.

Previa, ainda, "reconstruir os edifícios que pertencem à família de Salazar e ao município de Santa Comba Dão, de modo a recriar o ambiente existente à época do Estado Novo", com visitas guiadas e "uma loja com produtos do concelho, destacando-se os vinhos de marca própria a registar, os enchidos, as castanhas, a broa de milho e o presunto".

Recentemente, o atual presidente, Leonel Gouveia, disse à Lusa que a criação do centro interpretativo do Estado Novo é "fundamental" como alavanca para todo o projeto de desenvolvimento turístico que têm para o concelho.

Este projeto prevê a instalação do centro interpretativo do Estado Novo na Escola Cantina Salazar, que foi construída naquele tempo.

"Entendemos que seria importante dar dimensão a este projeto, no sentido da sua internacionalização, daí que, com uma associação de desenvolvimento local - a ADICES - fizemos uma candidatura à CCDR (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro), abrangendo não só Santa Comba Dão, mas também os concelhos de Carregal do Sal, com a figura de Aristides de Sousa Mendes, Tondela, com a família Lacerda, e os sanatórios do Caramulo, e ainda Mortágua, com Tomás da Fonseca e Branquinho da Fonseca, que foram dois antissalazaristas, oposicionistas ao anterior regime", explicou.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC