sicnot

Perfil

País

Homem vive com 15 cães num apartamento em Lisboa

Homem vive com 15 cães num apartamento em Lisboa

Mário João vive com 15 cães num apartamento em Lisboa. Os vizinhos dizem que já foram 35 a viver na mesma casa. O excesso de cães pode estar a colocar em perigo a saúde pública do bairro do Casalinho da Ajuda. A situação é do conhecimento das autoridades, do delegado de saúde pública e da Junta de Freguesia, mas os meses passam e não surge qualquer solução. Uma lei de 2003 permite apenas três cães adultos por cada casa.

  • Governo quer reduzir número de cães por apartamento
    3:06

    País

    O Governo quer reduzir o limite do número de cães por apartamento. O limite desce de três para dois e o número de gatos aumenta para quatro. Mas por cada apartamento passa a ser permitido um máximo de quatro animais de companhia. O Governo acrescenta que este diploma, ao ser aprovado, não terá efeitos retroativos.

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas