sicnot

Perfil

País

Operação Fátima regista um ferido grave em 282 ocorrências

Um ferido grave em 282 ocorrências assinalam o balanço às 18:00 de hoje no posto de comando da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) instalada em Fátima para a peregrinação internacional de maio.

PAULO CUNHA

Além deste ferido grave, registo igualmente para sete feridos ligeiros. Não houve necessidade, de acordo com fonte da ANPC, de transporte de qualquer ferido para o hospital.

A "operação Fátima" tem assinalados dois momentos críticos: entre as 20:00 de hoje e as 01:00 de sexta-feira, e entre as 09:00 e as 14:00 de sexta-feira, períodos previsíveis de maior acumulação no Santuário.

O hospital de campanha do INEM instalado a três quilómetros do centro de Fátima, numa zona industrial, tem todo o tipo de valências, inclusive bloco operatório e cuidados intensivos.

Cerca de 500 operacionais dos bombeiros, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), mas também da Cruz Vermelha, Proteção Civil e Corpo Nacional de Escutas garantem a segurança e primeiros socorros aos peregrinos de Fátima.

A Operação Fátima 2016 da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) envolve 300 operacionais, está no terreno hoje e sexta-feira "e visa assegurar a prestação de assistência e socorro aos peregrinos" que participam nas cerimónias religiosas, refere, em comunicado, aquele organismo.

A operação, coordenada pelo Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, inclui um posto de comando operacional, localizado no exterior do centro de saúde de Fátima, junto à chamada rotunda norte da cidade, onde se integra um Centro Tático de Comando (CETAC), "meio vocacionado para a gestão e coordenação de eventos e ocorrências de proteção civil de elevada complexidade, longa duração ou grande dimensão", afirma.

O INEM montou um hospital de campanha e possui meios próprios de emergência médica, onde se incluem duas Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER), quatro moto 4 e 51 operacionais entre médicos, enfermeiros, técnicos de emergência, técnicos operadores de telecomunicações de emergência, psicólogos e farmacêuticos, entre outros.

Já a GNR anunciou na quarta-feira em conferência de imprensa que terá no terreno cerca de 200 militares, em cada um dos dois dias, de várias valências, como a investigação criminal, cinotecnia, ordem pública, dispositivo territorial, inativação de explosivos, trânsito e operações especiais, que se encontram apeados, auto, de bicicleta, de moto e a cavalo.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Prémio Pessoa 2016 hoje anunciado em Sintra

    País

    O Prémio Pessoa 2016, que distingue uma personalidade que tenha tido uma "intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica" no país, é anunciado hoje, às 12:00, no Palácio de Seteais, em Sintra.