sicnot

Perfil

País

Pólenes muito elevados em quase todo o país nos próximos dias

Os pólenes vão estar em níveis muito elevados em praticamente todo o país, a partir de sexta-feira e durante uma semana, revelou hoje a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

(AP/Arquivo)

(AP/Arquivo)

Darko Vojinovic

Nos dias 13 a 19 de maio, os pólenes vão estar em níveis muito elevados em Portugal continental, com exceção da região de Lisboa e Setúbal, onde se encontram em níveis moderados, com predomínio dos pólenes das árvores oliveira e sobreiro e das ervas gramíneas e parietária.

Em Vila Real (Trás-Os-Montes e Alto Douro), os pólenes predominantes são os dos carvalhos, oliveira e pinheiro, e das ervas gramíneas, azeda e tanchagem.

Na região de Entre Douro e Minho, predominam na atmosfera os pólenes dos carvalhos, oliveira e pinheiro e das ervas gramíneas, parietária, urtiga e tanchagem.

Na Beira Interior e Litoral, vão sentir-se sobretudo os pólenes das árvores carvalhos e oliveira, e das ervas gramíneas, azeda, tanchagem, parietária e urtiga.

O Alentejo e o Algarve vão ser mais afetados pelos pólenes das árvores, oliveira e sobreiro, e das ervas gramíneas, tanchagem, azeda e quenopódio.

O boletim polínico prevê, para as ilhas, níveis de pólenes baixos a moderados, sendo que, no Funchal, predominam os do pinheiro e das ervas gramíneas, urtiga e parietária, e, em Ponta Delgada, prevalecem os do pinheiro, bétula e palmeira, e das ervas gramíneas, urtiga e parietária.

Lusa

  • Benfica não participa na final da Taça de Portugal de hóquei em patins

    Desporto

    O Benfica anunciou hoje que não vai comparecer na "final four" da Taça de Portugal de hóquei em patins, em protesto com "o estado de degradação que atingiu" a modalidade e com a alegada dualidade de critérios. As "águias" deveriam jogar no sábado com o FC Porto, que se sagrou campeão, no sábado, na segunda meia-final da Taça de Portugal, já depois de a Física de Torres Vedras e o Sporting de Tomar já se terem defrontado em Gondomar.

  • Carvalhal do Sapo tenta recuperar a vida normal após incêndio
    2:33

    País

    As populações das aldeias de Góis tentam voltar à normalidade, ao fim de vários dias rodeadas por um grande dispositivo de operacionais. A repórter Cristina Freitas esteve hoje em Carvalhal do Sapo, onde se realizou mais um funeral de uma das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande.

  • Falta de médicos e de ofertas de emprego preocupa habitantes da Guarda
    5:13

    SIC 25 Anos

    No interior do país, a Guarda acusa todas as debilidades de um concelho envelhecido e desertificado. Faltam médicos especialistas e ofertas de emprego que, de ano para ano empobrecem o índice de atratividade da região e aumentam o despovoamento. Mas quem melhor do que as famílias para fazer o retrato da terra onde vivem e trabalham? Uma delas aceitou a proposta da SIC para fazer o roteiro do melhor e do pior da terra que escolheu para educar os filhos.

  • Daesh divulga imagens da destruição da mesquita de Mossul
    1:58
  • "Podemos ser atendidos por um médico branco?"
    0:58