sicnot

Perfil

País

Conselho das Escolas contra quotas para colocação de docentes doentes

O Conselho das Escolas (CE) está contra as regras propostas pelo Ministério da Educação (ME) para os processos de transferência de professores ou familiares doentes, considerando que o legislador tem uma visão administrativa "cega e desajustada".

(Arquivo)

(Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

O ME apresentou ao Conselho das Escolas um projeto de despacho com novas regras para o destacamento por doença, entre as quais está a possibilidade de as escolas receberem no máximo cinco docentes nestas condições.

Para o CE, definir um limite máximo de professores é "inaceitável", devendo existir apenas a confirmação da efetiva doença, situação suficiente para ter direito a ficar mais perto de casa ou dos tratamentos.

O CE lembra que esta regra pode pôr em causa o princípio da igualdade, bastando para tal surgirem seis pessoas candidatas à mesma escola, em que uma veria o seu pedido indeferido apenas por estar preenchida a quota.

Critica também as prioridades de ordenação propostas pelo ministério: em 1.º lugar surge a doença do próprio docente; em 2.º a de quem tem filhos doentes com menos de 12 anos e em 3.º quem tem descendentes com mais de 12 anos.

Novamente, o CE volta a defender que deve ser dada prioridade à gravidade da doença, dando como exemplo um professor que tenha um filho mais velho, mas com mais necessidade de acompanhamento do que outro com um mais novo.

Finalmente, o CE critica e assume a sua perplexidade perante o facto de o ME querer que o apoio "fique dependente da graduação profissional do docente para efeitos de concurso e não do grau e gravidade da sua doença e/ou dependência provocada pela doença de família direto/afim".

"A utilização da graduação profissional, de prioridades para ordenar os docentes que requerem mobilidade por doenças e a criação de uma quota de cinco docentes por escola/Agrupamento de Escolas, evidenciam uma fria visão administrativa da parte do legislador, que o Conselho das Escolas não pode deixar de denunciar, porquanto socialmente cega e desajustada", refere o parecer do CE, que esteve reunido no final da semana passada.

Para aquele órgão consultivo, estes critérios "revelam-se inadequados e ética e legalmente questionáveis".

O CE conclui ainda que a proposta do ministério acaba por "tentar transformar um requerimento para destacamento de doença num ´concurso´ de professores".

Lembrando que a decisão de rever as regras do destacamento por doença surgiu depois da polémica, no início do ano letivo, em torno dos professores que conseguiram mudar de escola, provocando "algum alvoroço e indignação de muitos docentes que se viram ultrapassados na ocupação de vagas".

No entanto, o CE entende que esta situação deve ser evitada através da verificação de situações que suscitem dúvidas: o Ministério "deverá disponibilizar os meios necessários para comprovar e certificar os fundamentos do pedido e, sendo o caso, responsabilizar os autores de eventuais irregularidades".

Entretanto, também o Sindicato Independente dos Professores e Educadores (SIPE) já veio contestar a proposta do ME, acusando o governo de impedir o acesso a uma escola da área de residência, ao impor quotas.

Na sequência de uma reunião realizada no início deste mês com o Ministério da Educação, o sindicato manifestou-se contra a imposição de "quotas que limitam a cinco o número de professores em mobilidade", por escola ou agrupamento.

"O novo projeto de mobilidade de doença contempla quotas, prioridades e graduação profissional", afirma a presidente do SIPE, em comunicado, considerando que a doença "não é sensível a nenhum destes três pontos".

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.