sicnot

Perfil

País

Petição da Fenprof contra duplo financiamento na educação chega hoje à rua

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) lança hoje em todo o país uma petição contra o duplo financiamento da educação, apoiada por artistas, académicos, autarcas, deputados e dirigentes associativos.

Secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira.Foto de arquivo.

Secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira.Foto de arquivo.

Entre os primeiros subscritores contam-se os músicos Sérgio Godinho, Pedro Abrunhosa, Fausto e Kálu, o poeta Manuel Alegre, a autarca Helena Roseta e a investigadora Raquel Varela.

Os jornalistas Daniel Oliveira e Baptista Bastos, o académico Santana Castilho e os presidentes das duas associações de diretores escolares, Filinto Lima (ANDAEP) e Manuel Pereira (ANDE) subscrevem a iniciativa, bem como a presidente da Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE), Isabel Gregório.

O objetivo é defender o investimento do Estado na rede pública de ensino, deixando o financiamento a colégios privados, através de contratos de associação, circunscrito a zonas onde ainda não haja oferta pública.

O texto é agora disponibilizado a todos os cidadãos, com a recolha de assinaturas em várias bancas espalhadas pelo país, acompanhada da distribuição de um texto explicativo.

Exigem-se ainda as mesmas condições de trabalho para os docentes das escolas públicas e privadas, nomeadamente em termos de horário, e rejeitam-se acusações de falta de qualidade no ensino público.

Lusa

  • "Guerra política" provocada pelo corte no financiamento de escolas privadas
    3:46

    País

    Passos Coelho acusou o ministro da Educação de estar a tomar decisões sobre os contratos de associação influenciado pelos partidos de esquerda que sustentam o Governo. O líder do PSD falou de interesses que estão na base desta decisão. Mário Nogueira, o secretário-geral da Fenprof diz que se sente insultado e admite avançar com uma queixa para os tribunais contra Passos Coelho. A Federação Nacional de professores defende que, por detrás da polémica, há interesses financeiros.

  • Contratos de associação em debate
    10:44

    Opinião

    No "Esquerda-Direita" desta noite, Mariana Mortágua, do BE, e Miguel Morgado, do PSD, debateram a polémica em torno dos colégios privados. O governo socialista cortou o financiamento e pais e professores protestam contra os cortes.

  • Tribunal de Contas apresentou reservas em relação ao SIRESP em 2006

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O Tribunal de Contas avisou em 2006 que o Estado poderia sair prejudicado nos moldes em que o Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) estava a ser desenhado. De acordo com a edição de hoje do Jornal de Notícias, terão sido a ausência de um concurso público, a falta de tempo para a apresentação de propostas e mexidas no caderno de encargos a motivar as reservas do tribunal.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • Bispo do Mali terá contas na Suíça com 12 M€
    1:49

    Mundo

    Há uma polémica a envolver um novo cardeal da Igreja católica. Um bispo do Mali, escolhido pelo Papa para o colégio cardinalício, está a ser relacionado com contas na Suíça onde estarão depositados milhões de euros. A cerimónia que o fará cardeal está marcada para hoje.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.