sicnot

Perfil

País

Segurança social fecha lar sem lincença em Valongo

O lar que a Segurança Social está hoje a encerrar em Alfena, concelho de Valongo, não tem licença para esta atividade, confirmou a GNR do Porto, que está a acompanhar no terreno a operação.

Arquivo Reuters

Em causa está um lar de idosos que funciona há cerca de dois anos numa habitação da rua de Baguim, freguesia de Alfena, que acolhia 14 utentes, dois dos quais acamados e três com muita dificuldade de locomoção, funcionando com sete funcionários.

Em declarações aos jornalistas, o tenente-coronel Silva Ferreira, oficial de relações públicas da GNR do Porto, explicou que a operação de encerramento das instalações, que se iniciou às 07:00 de hoje, ocorre para "dar cumprimento a dois mandados judiciais" que foram emitidos na sequência de "algumas denúncias".

"O lar não tem licença para funcionar como tal. Estão a ser recolhidas provas para confirmar ou não se os responsáveis incorrem na prática de maus-tratos", indicou Silva Ferreira, segundo o qual as primeiras denúncias foram feitas há um mês.

A agência Lusa constatou no local que os utentes estão a ser retirados das instalações e segundo a mesma fonte da GNR "no caso de não existir retaguarda familiar será a Segurança Social a precaver o seguimento a dar à situação".

No local estão 12 agentes da GNR, quatro responsáveis ligados à delegação de saúde, quatro do Instituto de Medicina Legal e dois técnicos da Segurança Social.

Os relatos feitos por vizinhos da habitação referem que alguns dos utentes dormiam numa cave da casa.

A proprietária do lar ilegal teve anteriormente um outro espaço para a prática da mesma atividade em São Mamede de Infesta, concelho de Matosinhos.

Lusa

  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49