sicnot

Perfil

País

Costa garante 35 horas em julho para toda a função pública mas admite "válvula de segurança"

Costa garante 35 horas em julho para toda a função pública mas admite "válvula de segurança"

O primeiro-ministro garantiu hoje que as 35 horas entram em vigor dia 1 de julho para todos os funcionários públicos, mas admitiu a existência de uma válvula de segurança para evitar situações de rutura. Os sindicatos dos trabalhadores da Função Pública querem saber o que António Costa quer dizer com "válvula de segurança".

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),