sicnot

Perfil

País

Sete detidos no caso de rapto de empresário em Braga

Em atualização

Sete pessoas foram detidas hoje na zona do Porto e de Braga por suspeitas do envolvimento no sequestro de um empresário de Braga, raptado a 11 de março à frente da filha de 8 anos. A Procuradoria-Geral da República confirmou as detenções e várias buscas na região norte, em especial no Minho, numa operação que está a a ser coordenada pela Judiciária do Porto.

João Paulo Fernandes, empresário de 42 anos, foi raptado na garagem do predio onde vive a ex-mulher. Estava acompanhado da filha de 8 anos.

João Paulo Fernandes, empresário de 42 anos, foi raptado na garagem do predio onde vive a ex-mulher. Estava acompanhado da filha de 8 anos.

Em comunicado, a PGR confirmou a "realização de diligências de busca e apreensão", no âmbito de um inquérito que corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Braga. "O inquérito encontra-se em segredo de justiça", acrescenta a nota.

Entre as várias buscas efetuadas esta manhã encontra-se o escritório de um advogado de Braga.

As autoridades suspeitam de ajuste de contas, depois da Brigada de Combate ao Banditismo da Polícia Judiciária ter encontrado dívidas superiores a 3,5 milhões de euros nas contas do empresário.

João Paulo Fernandes, empresário de 42 anos, foi raptado na garagem do predio onde vive a ex-mulher. Estava acompanhado da filha de 8 anos.

Terá sido abordado por dois indviduos armados e com gorros na cabeça que o obrigaram a entrar numa outra viatura onde estaria mais uma pessoa. Foi agredido. No chão ficou um rasto de sangue.

A filha assistiu a tudo e fugiu para uma farmácia perto e contou o que tinha acontecido.

Desde então que a Polícia Judiciária procura entender o que aconteceu. Até hoje, e já lá vão mais de dois meses, não foi feito nenhum contacto nem pedido de resgate.

A PJ acredita que o empresário está morto.

O homem era agora empresário da construção civil em França, onde recomeçou a vida depois do divórcio. A investigação da Judiciária começou por vasculhar o passado do empresário e terá encontrado dividas de milhões de euros.

Última atualização às 14:57

  • Empresário raptado em Braga com passado de dívidas avultadas
    1:12

    País

    O empresário de Braga, raptado na passada sexta-feira, terá um passado de dívidas avultadas. De acordo com a imprensa, as dívidas seriam superiores a 3,6 milhões de euros. A Polícia Judiciária está ainda a investigar a ligação aos negócios do pai. Quase uma semana depois do rapto, ainda ninguém contactou a família.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.