sicnot

Perfil

País

FCT garante que ministro da Educação não se apropriou indevidamente de qualquer verba

A revista Sábado publica, na edição desta quinta-feira, uma entrevista a Rui de Alburquerque Carvalho, professor da Universidade de Coimbra que acusa Tiago Brandão Rodrigues de se ter apropriado indevida e ilegalmente de verbas de uma bolsa. À SIC, a entidade que forneceu a verba - a Fundação para a Ciência e Tecnologia-, já tinha esclarecido que nunca houve qualquer apropriação indevida de bolsa e garante que não foram cometidas ilegalidades.

Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação.

Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação.

O processo remonta a 2002, altura em que o professor se queixou de Brandão Rodrigues. Um inquérito, à altura, não lhe deu razão.

Apesar disso, o PSD prepara-se para trazer o assunto para o campo político, tendo encaminhado as afirmações de Rui de Carvalho para a Inspeção-Geral da Educação.

O ministro da Educação já garantiu que vai avançar com uma queixa-crime.