sicnot

Perfil

País

Costa diz que contratos que existem com colégios privados serão cumpridos

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje não haver "nenhuma razão para intranquilidade" por parte dos colégios privados e assegurou que "os contratos que existem vão ser integralmente cumpridos".

ETIENNE LAURENT

"Os contratos que existem vão ser integralmente cumpridos nos termos em que estão fixados. Todas as crianças de todos os colégios que estão a frequentar um ciclo que foi objeto de contrato com a associação, cumprirão o ciclo normalmente, nos termos do contrato assinado", afirmou António Costa, acrescentando que "não há nenhuma razão para intranquilidade".

O primeiro-ministro, que falava à chegada da inauguração do edifício-sede do i3S Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, respondeu assim ao coro de protestos que o recebeu em defesa de uma "escola para todos".

Questionado pelos jornalistas, António Costa assinalou também haver "tranquilidade na aplicação da lei e dos contratos".

Tais contratos, com estabelecimentos de ensino privados e cooperativos, "são uma forma de apoiar escolas privadas onde a rede pública é insuficiente", uma avaliação que, disse, "está a ser feita".

"Já reunimos com os presidentes de agrupamentos, com associações de pais, colégios e estamos a retirar as conclusões finais de quais são as escolas onde, havendo carência da rede pública, vai haver novos contratos".

Sobre a inauguração do edifício-sede do i3S, o primeiro-ministro destacou a "capacidade notável de um conjunto de instituições que tiveram que se juntar e perceber que em conjunto podiam fazer mais que cada uma por si".

"E não é comum em Portugal haver esta vocação das instituições públicas se juntarem", salientou.

O primeiro-ministro assinalou ainda que o desenvolvimento de Portugal "depende do desenvolvimento da ciência e da capacidade da ciência estimular a criatividade e a inovação porque o país cada vez mais será competitivo não com baixos salários, mas com o valor acrescentado pelo conhecimento".

António Costa falava à chegada da inauguração edifício-sede do i3S - Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, numa cerimónia que conta também com a presença do Presidente da República e dos ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Saúde.

Resultando da união de três centros científicos da Universidade do Porto -- o Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), o Instituto Nacional de Engenharia Biomédica (INEB) e o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular (IPATIMUP) --, o i3S assume-se como o maior instituto de investigação português na área das Ciências da Saúde.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.