sicnot

Perfil

País

Sete detidos em cinco distritos por comércio ilegal de bebidas alcoólicas

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje a detenção de sete pessoas nos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém, Beja e Aveiro, por suspeitas de aquisição, transformação e introdução fraudulenta de bebidas alcoólicas no mercado.

© Michael Dalder / Reuters


"O grupo suspeito de associação criminosa, fraude fiscal e introdução fraudulenta no consumo, tinha como objetivo a introdução de bebidas alcoólicas no mercado paralelo, sem o pagamento dos impostos devidos ao Estado português, nomeadamente o Imposto sobre o Álcool e Bebidas Alcoólicas e do pagamento do Imposto Sobre o Valor Acrescentado", explica a GNR, em comunicado.

A operação dos militares do Destacamento da Ação Fiscal de Lisboa, realizada no âmbito de um inquérito crime tutelado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal, culminou com a realização de 31 buscas, 23 das quais domiciliárias e oito não domiciliárias, tendo sido apreendido material com um valor estimado superior a 327.000 euros.

A GNR apreendeu 9.000 litros em bebidas alcoólicas, 2.313 objetos utilizados para produção e acondicionamento das bebidas, 34.000 euros em dinheiro e dez viaturas ligeiras.

Além disso, foram ainda apreendidas seis armas de fogo, 734 munições, uma mira telescópica, um silenciador, 50 telemóveis, oito computadores, um 'tablet' e milhares de documentos em papel e em suporte informático.

Quatro dos sete detidos vão ser hoje presentes a primeiro interrogatório judicial.

No decorrer da operação, desencadeada na quarta-feira, foram constituídos mais 29 arguidos entre pessoas singulares e coletivas.

A operação contou com o apoio da Unidade de Intervenção e do Comando Territorial de Lisboa da GNR, da Unidade Especial de Polícia e do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

Lusa

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.