sicnot

Perfil

País

PSP destrói 4.200 armas

PSP destrói 4.200 armas

A PSP realizou uma operação que destruiu 4.200 armas, que foram apreendidas ou entregues voluntariamente às autoridades. As armas destruídas não têm valor museológico ou científico, nem podem ser aproveitadas pelas forças de segurança. Este ano a PSP já destruiu mais de oito mil armas em quatro operações. Em 2015, a PSP destruiu mais de 27 mil armas e conta atingir esse número este ano.

  • PSP destrói armas de fogo
    2:12

    País

    A PSP destruiu esta manhã 2.500 armas apreendidas, na primeira ação do género, este ano. Só no ano passado foram destruídos 25 mil exemplares.

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC