sicnot

Perfil

País

Primeiro-ministro vaiado em Coimbra

Primeiro-ministro vaiado em Coimbra

António Costa foi uma vez mais recebido com protestos de pais, alunos e professores contra os cortes no financiamento a colégios privados. Esperaram pelo primeiro-ministro em Coimbra à porta da universidade onde António Costa assistiu ao doutoramento Honoris Causa de António Guterres, e onde o Presidente da República também esteve presente. Um dos elementos da organização acabou por ser recebido pelo primeiro-ministro, que deixou uma porta aberta para o consenso.

  • PM recebido em Coimbra por manifestação contra corte no financiamento dos colégios
    2:45

    País

    António Costa foi recebido esta manhã, em Coimbra, por uma manifestação contra os cortes nos colégios. Já ontem, o primeiro-ministro (PM) discursou durante cerca de dez minutos debaixo de um barulho ensurdecedor de centenas de manifestantes, concentrados junto ao Museu Municipal Abade Pedrosa, em Santo Tirso, que inaugurou. Também em Águeda, António Costa deparou-se com manifestantes que contestavam o corte no financiamento das escolas com contratos de associação.

  • Costa discursa sob vaias de manifestantes contra cortes nos contratos de associação
    2:11

    País

    Durante o discurso do primeiro-ministro hoje em Santo Tirso, António Costa foi vaiado por centenas de pessoas que se manifestaram contra o fim dos contratos de associação com as escolas e colégios do ensino privado. António Costa diz que o ensino público é a prioridade do Governo. Já se sabe que 39 dos 79 colégios com contratos não vão poder abrir novas turmas. O primeiro-ministro desvalorizou as providências cautelares contra os cortes nos colégios.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.