sicnot

Perfil

País

Corpo do praticante português de canyoning ainda por resgatar

O corpo do praticante português que, no sábado, caiu numa fenda em Corga de Frecha, no município de Lobios, na Galiza quando praticava canyoning continuava, até às 19:00 por resgatar, disse à Lusa fonte da Guardia Civil de Ourense.

Brais Lorenzo

A mesma fonte adiantou que "as operações, que envolvem oito elementos da equipa de montanha daquela força policial iam continuar até haver luz e os militares aguentarem fisicamente".

Aquela fonte revelou que as operações "deverão ser retomadas, na quinta-feira, mas não adiantou a que horas" e que "os familiares do português de 38 anos estão a ser, permanentemente, informados do decorrer dos trabalhos".

Hoje, os trabalhos foram retomados cerca das 9:00 locais (menos uma em Lisboa) mas até agora sucesso.

Anteriormente à Lusa, fonte da Guardia Civil de Ourense adiantou que "a água que cai sobre a fenda onde o corpo do português se encontra encaixado é o principal problema com que se debatem os seis elementos da equipa de montanha daquela força policial envolvidos na operação".

Os trabalhos de resgate do corpo decorrem desde segunda-feira em Corga de Frecha, em pleno Parque Natural da Peneda Xures, uma zona de "muito difícil acesso".

De acordo com a fonte da Guardia Civil espanhola "o mau tempo que se tem feito sentir está a dificultar amais as operações, uma vez que a rocha onde os elementos da equipa de montanha estão a trabalhar está molhada e escorregadia, constituindo um risco acrescido".

O acidente ocorreu no sábado, às 21:00, quando o português de 38 anos, natural do Porto, e mais três pessoas praticavam canyoning.

Dois homens de 29 e 51 anos e uma mulher de 30 foram entretanto resgatados e encontram-se bem.

O corpo foi localizado na segunda-feira, na mesma zona, mas o dispositivo de busca não conseguiu até agora ainda aceder a ele, devido ao forte declive e à força das águas.

Também fonte do Centro de Comando e Controlo Operacional da GNR contactada pela Lusa disse que "o alerta às autoridades foi dado pelos outros três praticantes, através do 112".

Canyoning, ou canionismo, é um desporto que consiste na exploração progressiva de um rio, transpondo os obstáculos verticais e anfíbios, através de diversas técnicas e equipamentos.

Este desporto "nasceu" no final da década de 1970 na Europa, mais precisamente em França e em Espanha, e em Portugal está a crescer rapidamente, uma vez que o país tem diversos rios que proporcionam esta prática desportiva.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.