sicnot

Perfil

País

Entre os colégios financiados pelo Estado há um com 27 escolas públicas próximas

O estudo da rede escolar privada pedido pelo Governo revela, por exemplo, que há um colégio financiado que tem ao lado uma escola pública com metade das salas vazias, e um colégio com 27 estabelecimentos públicos a menos de dez quilómetros.

(Arquivo)

(Arquivo)

As informações constam da Análise da Rede de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo com Contrato de Associação, hoje divulgada pelo Ministério da Educação (ME), no portal da Direção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência (DGEEC), sendo este o estudo que fundamenta o corte de 57% nos contratos de associação para turmas em início de ciclo -- 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade --, já no próximo ano letivo.

De acordo com o estudo, que revela qual o universo de escolas públicas na área de influência dos colégios -- dez quilómetros ou menos de distância -- assim como estimativas do tempo necessário para as deslocações a pé ou de carro, e o nível de ocupação dos estabelecimentos públicos, há casos como o do Externato Liceal Paulo VI, em Gondomar, que tem à sua volta 27 escolas públicas.

Cinco delas, refere o estudo, têm um rácio de ocupação no nível mais baixo, que representa quase duas salas para cada turma da escola, ou seja, metade da sua capacidade.

O colégio ANCORENSIS, em Viana do Castelo, tem, segundo o documento do ME, uma escola pública, a "zero quilómetros", com capacidade para receber as turmas de 3.º ciclo que deixam de ser financiadas neste estabelecimento. A escola pública em questão -- Escola Básica do Vale do Âncora -- apresenta também o nível de ocupação mais baixo.

Em Lamego, Viseu, o Externato D. Afonso Henriques deixará de ter turmas de início de ciclo financiadas com contrato de associação em 2016-2017, por ter nas imediações duas escolas públicas com capacidade para receber turmas, uma das quais requalificada pela Parque Escolar e que se encontra também com o nível mais baixo de ocupação.

Nos casos em que as escolas privadas aparecem listadas entre as que abrem turmas de início de ciclo no próximo ano letivo, as justificações apresentadas pelo ME são, sobretudo, a ausência de escolas públicas na área de influência destes colégios, ou terem um nível de ocupação que não permite acolher mais alunos.

No total, em 2016-2017, apenas vão abrir 273 turmas de início de ciclo com contrato de associação, menos 57% do que as 656 turmas que abriram em 2015-2016, o que representa um financiamento máximo de 21.976.500 euros (80.500 euros por turma).

Em 2015-2016, os encargos do Estado com financiamento de turmas com contratos de associação em início de ciclo foram de quase 53 milhões de euros, de acordo com os números do ME.

O CDS-PP requereu hoje, no parlamento, que o Governo envie o estudo de rede, que fundamenta as decisões do Ministério da Educação sobre os contratos de associação, à comissão parlamentar de Educação e Ciência.

O grupo parlamentar do CDS-PP entregou igualmente um requerimento destinado às câmaras municipais, que têm no seu território os colégios com contratos de associação que deixam de ser financiados pelo Estado, que divulguem o "tipo de elementos" pedido pelo "Ministério da Educação e qual foi o parecer dado quanto ao encerramento de turmas nestes colégios", e quais as "estimativas quanto ao acréscimo de custos com transportes escolares".

Lusa

  • Estado vai financiar 273 turmas de colégios privados
    1:25

    País

    No próximo ano letivo o Estado vai financiar 273 turmas de colégios privadas, porque nas zonas analisadas não há alternativa pública. A lista de escolas de ensino particular e cooperativo autorizadas pelo Estado a abrir turmas de início de ciclo já foi divulgada. Estes dados correspondem ao corte já anunciado de 57% no financiamento destas instituições de ensino.

  • Colégios privados manifestam-se domingo frente ao Parlamento
    3:01

    País

    Os colégios privados vão manifestar-se no dia 29 deste mês frente à Assembleia da República contra o fim do financiamento público. A decisão foi tomada este fim de semana numa reunião em Coimbra. Os colégios decidiram também avançar com o processo de matrículas para o próximo ano letivo.

  • Marcelo quer solução rápida e consensual para colégios privados
    3:15

    País

    A contestação aos cortes do financiamento aos colégios privados com contrato de associação está a aumentar. O Presidente da República quer uma solução rápida e consensual para o conflito. O primeiro-ministro não dá mostras de grande recuo. No próximo domingo já está agendada uma manifestação nacional de protesto em frente à Assembleia da República, que vai juntar pais, professores e funcionários do setor.

  • Senegal surpreende e vence a Polónia por 2-1

    Mundial 2018 / Polónia

    O Senegal venceu hoje a Polónia por 2-1 num jogo a contar para o grupo H do Mundial da Rússia. Na primeira parte, os "leões de Teranga" beneficiaram de um golo na própria baliza marcado por Thiago Cionek aos 37 minutos. A vantagem no marcador veio trazer estabilidade ao Senegal que conseguiu firmar a superioridade com um golo de M´Baye Niang aos 60 minutos. Perto do final do jogo, o polaco Grzeg Krychowiak marcou na baliza de Khadim N'Diaye, mas foi insuficiente para derrotar o Senegal.

  • Japão ganha nova esperança ao derrotar a Colômbia (2-1)

    Mundial 2018 / Colômbia

    No primeiro jogo do grupo H, a Colômbia foi derrotada pelo Japão. Um dos momentos altos do jogo aconteceu logo ao minuto 4 quando, na sequência de uma falta de Carlos Sanchez, o árbitro assinalou um penálti a favor da equipa japonesa. O colombiano levou um cartão vermelho, depois de ter intercetado um remate do Japão com a mão. Apesar da desvantagem numérica, a Colômbia iguala o marcador aos 39 minutos com um livre de Quintero. Contudo, Yuya Osako colocou o Japão novamente em vantagem aos 73 min.

  • Achilles, o gato que adivinha os resultados do Mundial
    0:44

    Desporto

    Depois do polvo Paul no Mundial de 2010 e do elefante Zella no Europeu de 2016, este ano, o gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. O felino acertou na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita e já fez a aposta para a partida entre os russos e o Egipto, que decorre esta terça-feira, a partir das 19:00.

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

    SIC

  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • Morreu o orangotango mais velho do mundo

    Mundo

    O orangotango mais velho do mundo morreu aos 62 anos no jardim zoológico de Perth, no norte da Austrália, deixando 54 descendentes, anunciou esta terça-feira a instituição.

  • Milionários aumentam... e as suas fortunas também

    Mundo

    O número de milionários mundiais cresceu em 2017 e o seu nível de riqueza aumentou pelo sexto ano consecutivo, ultrapassando pela primeira vez os 70 biliões de dólares (60,5 biliões de euros), segundo um estudo divulgado esta terça-feira.