sicnot

Perfil

País

Quatro corporações de bombeiros do Algarve combatem fogo em armazém de pneus

Um armazém de pneus em Silves, está a arder, no Algarve, e o fogo está a ser combatido por quatro dezenas de homens e quatro corporações de bombeiros, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

(arquivo)

(arquivo)

© Stephane Mahe / Reuters

O alerta foi dado cerca das 17:30 e estão envolvidos nas operações de "combate direto ao fogo" 39 operacionais, com 16 veículos, entre elementos dos Bombeiros de São Bartolomeu de Messines, Silves, Albufeira e Loulé e da GNR", precisou a mesma fonte.

"Estão também a ser utilizadas máquinas retroescavadoras nas operações", referiu ainda a fonte do CDOS de Faro.

Questionada sobre se há problemas no local devido aos fumos causados pelo incêndio, a mesma fonte respondeu que "não tem havido 'feedback' nesse sentido dos elementos das corporações que operam no local" do fogo.

"Neste momento está a ser feito o combate, não podemos fazer previsões sobre o tempo que vai demorar a o combate, mas o incêndio está confinado aos armazéns", afirmou ainda a fonte do CDOS.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.