sicnot

Perfil

País

Incêndio destrói parcialmente armazém de pneus em Águeda

Um incêndio destruiu hoje parcialmente um armazém de pneus de automóvel e acessórios de ciclismo, em Barrô, Águeda, e colocou em risco uma habitação, disse à Lusa fonte da corporação local de Bombeiros.

O alerta para o incêndio foi dado às 14:57 e o fogo foi dado como dominado cerca das 16:00.

Segundo o comandante dos Bombeiros de Águeda, Francisco dos Santos, o fogo "teve início num empilhador e depois alastrou aos pneus".

A mesma fonte referiu que os bombeiros conseguiram impedir que as chamas se propagassem a uma habitação situada ao lado do armazém.

"Tivemos de fazer a proteção de uma habitação que esteve em risco", disse o comandante Francisco dos Santos.

O mesmo responsável referiu ainda que não se registaram feridos na ocorrência, adiantando que o trabalho dos bombeiros foi dificultado pela "quantidade de calor que foi libertada".

O combate ao sinistro esteve a ser efetuado por 22 homens, apoiados por dez viaturas, das corporações de Bombeiros de Águeda, Anadia, Albergaria-a-Velha e Oliveira do Bairro.

No local esteve também a GNR.

Lusa

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC