sicnot

Perfil

País

Autoridades fazem buscas no rio Minho à procura de músico espanhol desaparecido

As autoridades portuguesas e espanholas estão a realizar buscas no rio Minho à procura de um espanhol, de 35 anos, elemento de uma banda que atuou na sexta-feira à noite nas festas de Torre de Lapela, em Monção.

Arquivo

Arquivo

Em declarações à Lusa, o capitão do Porto de Caminha, Gonzalez dos Paços, explicou que o músico espanhol foi dado como desaparecido na noite de sábado, e esta manhã iniciaram-se buscas no rio Minho.

Segundo o responsável, um pescador encontrou nas margens do rio Minho, junto ao parque das merendas de Lapela, uma boquilha do instrumento de sopro que o músico espanhol tocava.

Entretanto, foram também encontradas as chaves do carro do músico nas margens deste curso de água.

"Já pedimos o reforço de mais mergulhadores, que se vão juntar à equipa de dois que desde manhã estão nas buscas", acrescentou à Lusa o capião Gonzalez dos Paços.

A banda espanhola atuou na sexta-feira nas comemorações do dia do concelho de Monção, que este ano foi assinalado com a inauguração do núcleo museológico da Torre de Lapela, um dos mais importantes monumentos do concelho.

A Torre de Lapela foi alvo de obras de conservação e requalificação no valor de 70 mil euros, comparticipadas por fundos comunitários.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52