sicnot

Perfil

País

Manifestação contra o fim do financiamento público aos colégios privados realiza-se hoje

O movimento Defesa da Escola Ponto manifesta-se hoje em Lisboa contra o fim dos contratos de associação entre o Estado e as escolas privadas. Os manifestantes vão juntar-se por volta das 3 da tarde na Direção Geral da Educação, na avenida 24 de julho, e seguem depois para a Assembleia da República.

SIC

Em causa está o corte no financiamento público dos colégios, bastante contestado pelas instituições privadas. Alegam que fica mais barato ao Estado subsidiar turmas em colégios privados e que nem todos os alunos vão ter lugar na escola pública.

O Governo garante precisamente o contrário e diz que existem vagas nas escolas públicas para receber todos os alunos que o Estado quer agora deixar de financiar.

  • Parecer da PGR dá razão ao Governo sobre cortes nos colégios
    1:28

    País

    A guerra entre o ministério da Educação e os colégios continua com vitorias e derrotas dos dois lados. A Procuradoria-Geral da Republica veio dar razão ao governo ao proibir algumas escolas de abrir turmas de início de ciclo.Por outro, os colégios contam com um documento do tribunal de Contas que diz que os contratos com os privados não dependem da existência de oferta pública.

  • Igreja toma posição na guerra entre o Governo e os colégios privados
    3:06

    País

    A guerra entre o ministério da Educação e os colégios continua com novos episódios e com um novo protagonista. A Igreja Católica apoia o protesto dos privados. Entretanto a Procuradoria Geral da República deu razão ao Governo no que toca à proibição de algumas escolas abrirem turmas de início de ciclo. Por outro lado, as escolas privadas alegam que um texto produzido pelo Tribunal de Contas diz que os contratos com o sector privado não dependem da existência de oferta pública. O Tribunal já veio entretanto esclarecer o equívoco.

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.