sicnot

Perfil

País

Retomadas as buscas para encontrar músico espanhol desaparecido no rio Minho

As buscas no rio Minho para encontrar um espanhol de 35 anos, de uma banda que atuou na sexta-feira em Monção, foram retomadas hoje às 08:00, disse à Lusa o capitão do Porto de Caminha.

Arquivo

Arquivo

De acordo com o capitão do Porto e Comandante da Polícia Marítima de Caminha, Gonzalez dos Paços, "hoje vão ser realizadas buscas subaquáticas e em ambas as margens do rio internacional, envolvendo meios portugueses e espanhóis".

No total, segundo Gonzalez dos Paços, "estão empenhados cerca de 20 mergulhadores da Armada espanhola e dos bombeiros portugueses", dispositivo empenhado no domingo, no primeiro dia de buscas.

As operações contam com a participação de efetivos da Polícia Marítima, dos Bombeiros Voluntários de Monção, da Proteção Civil espanhola e da Guardia Civil.

O capitão do Porto e comandante da Polícia Marítima de Caminha, Gonzalez dos Paços, explicou que "no domingo foi encontrado, no rio, um trompete, que se viria a confirmar pertencer ao músico espanhol".

O homem foi dado como desaparecido na noite de sábado. A banda espanhola que integrava atuou na sexta-feira à noite nas comemorações do dia do concelho de Monção, este ano assinalado com a inauguração do núcleo museológico da Torre de Lapela, um dos mais importantes monumentos do concelho.

"De acordo com os testemunhos dos colegas da banda, o homem disse que ia descansar para o carro e, a partir daí, nunca mais o viram", acrescentou hoje Gonzalez dos Paços.

No domingo, à Lusa, Gonzalez dos Paços adiantou que um pescador encontrou nas margens do rio Minho, junto ao parque das merendas de Lapela, uma boquilha do instrumento de sopro que o músico espanhol tocava.

Entretanto, foram também encontradas as chaves do carro do músico nas margens deste curso de água.

Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.