sicnot

Perfil

País

PJ efetua seis buscas em investigação internacional contra fraude e branqueamento de capitais

A Polícia Judiciária (PJ) efetuou hoje seis buscas, incluindo a escritório de advogados, em cooperação com as autoridades italianas que investigam uma organização criminosa internacional suspeita de branqueamento de capitais, fraude fiscal e insolvência dolosa.

Segundo as autoridades italianas, a nível europeu foram realizadas mais 43 buscas, todas em simultâneo, detidas seis pessoas em Itália e apreendidos bens e valores que totalizam 11 milhões de euros, incluindo um hotel.

A operação "Barqueiro", coordenada pela Guardia di Finanza de Modena, Itália, foi desencadeada em simultâneo em vários países europeus, visando uma "associação criminosa internacional, com epicentro em Itália e com ramificações na Albânia, Eslovénia, Espanha e Portugal.

Em Portugal, refere a PJ, foram efetuadas seis buscas - domiciliárias, não domiciliárias, a viaturas e a escritório de advogados - e bloqueadas diversas contas bancárias, tendo sido apreendida diversa documentação, material informático e uma viatura.

As buscas em território português ocorreram na madrugada de hoje, tendo nela participado 24 elementos da PJ, um procurador e um juiz de instrução criminal e ainda dois elementos da Guardia di Finanza de Modena.

A investigação iniciou-se há cerca de um ano em Itália, tendo o contributo da EUROJUST, em articulação com o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e a Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da PJ

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22