sicnot

Perfil

País

Pena suspensa para ladrão que prometeu trocar objetos furtados por sexo

O Tribunal de Aveiro condenou hoje a três anos de prisão, com pena suspensa, um homem por ter furtado várias peças de ouro a uma vizinha, que posteriormente prometeu devolver a troco de sexo.

(Arquivo/SIC)

(Arquivo/SIC)

O coletivo de juízes deu como provado que o arguido, de 51 anos, furtou as peças do interior da casa da vizinha. No entanto, "não ficou provado que tivesse como objetivo manter relações sexuais com a ofendida", disse a juíza presidente, durante a leitura do acórdão.

O arguido foi, assim, absolvido do crime de coação sexual na forma tentada, tendo sido condenado a três anos de prisão por um crime de furto qualificado.

O tribunal decidiu suspender esta pena com a condição de o arguido frequentar um programa de tratamento ao alcoolismo.

"O tribunal suspende esta pena, porque acredita que vai aderir ao tratamento e vai reestruturar a sua vida", disse a juíza presidente.

A magistrada realçou, contudo, que isto "vai exigir um esforço muito grande", por parte do arguido, porque "são muitos anos a consumir álcool".

Além da pena de prisão, o arguido foi ainda condenado a pagar uma indemnização de dois mil euros à ofendida, que corresponde ao valor aproximado das peças furtadas.

Os factos remontam a dezembro de 2014, na freguesia de Troviscal, no concelho de Oliveira do Bairro.

Na sequência de uma queixa, a GNR realizou buscas à casa do arguido, tendo encontrado três peças de roupa interior feminina que pertenciam à ofendida.

As peças em ouro furtadas (brincos, medalhas e fios) assim como um relógio, não chegaram a ser encontradas.

O homem encontra-se atualmente a cumprir 10 meses de prisão efetiva, devido a várias condenações sob influência do álcool.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21