sicnot

Perfil

País

Farmacêuticas pagaram 160 milhões ao setor da saúde, mas profissionais declararam menos de metade

A indústria farmacêutica declarou ter pago nos últimos três anos quase 160 milhões de euros em patrocínios e apoios a profissionais de saúde, sociedades científicas, associações de doentes e outras entidades.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mark Blinch / Reuters

Os números foram ontem divulgados pelo Infarmed, mas mostram que o valor declarado por quem recebeu é, ainda assim, bastante diferente. Não chega aos 70 milhões de euros.

De acordo com o Infarmed, dos 69 milhões de euros de patrocínios recebidos, as sociedades médicas declararam apoios superiores a 27 milhões.

Os profissionais de saúde são o segundo grupo com maior peso com 19 milhões, seguidos de outras entidades coletivas. Os números constam da Plataforma de Comunicações - transparência e publicidade, criada em nome da transparência entre todos os intervenientes no setor do medicamento, sob forte contestação do anterior ministro da Saúde Paulo Macedo.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.