sicnot

Perfil

País

Segunda época de reintrodução de lince em Portugal termina com libertação de fêmea

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) anunciou ter terminado hoje a segunda época de reintrodução de lince ibérico em Portugal com a libertação na natureza de uma fêmea da espécie no Alentejo.

Num comunicado enviado à agência Lusa, o ICNF explica que a fêmea hoje libertada, no concelho de Mértola, no distrito de Beja, chama-se "Moreira" e nasceu a 06 de março de 2015 no Centro de Cria de Lince Ibérico El Acebuche, na Andaluzia, em Espanha.

Com a libertação de Moreira, "terminou a segunda época de reintrodução de exemplares de lince ibérico" em Portugal, no âmbito do Projeto de Recuperação da Distribuição Histórica do Lince-Ibérico em Espanha e Portugal "LIFE+Iberlince".

"Dá-se, assim, mais um passo em direção ao estabelecimento de uma população selvagem e viável [de lince ibérico], numa área geográfica que já foi parte da sua área de distribuição histórica, regressando à coexistência milenar com os humanos", frisa o instituto.

Segundo o ICNF, "para o lince-ibérico, uma população viável será alcançada quando se obtiverem cerca de 50 fêmeas estabilizadas no território", o que se "espera prosseguir" com a segunda época de processo de reintrodução da espécie.

Desde dezembro de 2014, quando começou a libertação de exemplares de lince ibérico em Portugal, já foram libertados 19 animais na natureza, no Parque Natural do Vale do Guadiana, no concelho de Mértola, no âmbito do projeto e nas duas épocas de reintrodução, mas só 17 estão vivos, após a morte de duas fêmeas.

O ICNF já confirmou o nascimento na natureza de três crias de lince ibérico, filhas de duas fêmeas do núcleo de animais já libertados no concelho de Mértola, o que constitui "um dos mais relevantes marcos na já longa história da conservação do lince ibérico em Portugal", iniciada há mais 30 anos com a campanha da Liga para a Proteção da Natureza (LPN) "Salvemos o lince e a Serra da Malcata".

Lusa

  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.