sicnot

Perfil

País

Assembleia da República chumba fim de menores nas touradas

A maioria do parlamento rejeitou hoje três projetos de lei de BE, PEV e PAN para limitar a participação em touradas e eventos do género a maiores de idade, com a bancada do PS a ter liberdade de voto.

A iniciativa de "Os Verdes", que impunha a escolaridade obrigatória a artistas tauromáquicos e seus auxiliares, teve votos contra de PS, PCP, PSD e CDS-PP, além da abstenção de 12 socialistas: Sónia Fertuzinhos, Susana Amador, António Sales, Alexandre Quintanilha, Paulo Trigo Pereira, Neto Brandão, Joana Lima, Vitalino Canas Elza Pais, Edite Estrela, António Cardoso e Carla Sousa.

Por seu turno, outros 10 deputados do PS votaram a favor, juntamente com PEV, BE e PAN: Pedro Delgado Alves, Rosa Albernaz, João Torres, Isabel Santos, Tiago Barbosa Ribeiro, Ivan Gonçalves, Luís Graça, Luís Soares, Fernando Jesus e Diogo Leão.

Os projetos de lei de BE e PAN, ambos impedindo a participação de menores em atividades tauromáquicas, mereceram também o chumbo por parte de PS, PCP, PSD e CDS-PP.

BE, PAN, PEV e 11 tribunos socialistas votaram a favor (Pedro Delgado Alves, Rosa Albernaz, João Torres, Isabel Santos, Tiago Barbosa Ribeiro, Ivan Gonçalves, Luís Graça, Luís Soares, Fernando Jesus, Carla Sousa e Diogo Leão).

Outros 10 deputados do PS abstiveram-se: Sónia Fertuzinhos, Susana Amador, António Sales, Alexandre Quintanilha, Paulo Trigo Pereira, Neto Brandão, Joana Lima, Vitalino Canas Elza Pais, Edite Estrela, António Cardoso.

O socialista Eurico Brilhante Dias absteve-se face ao texto do PAN e votou contra o do BE, o qual incluía a proibição de atividade em Portugal de matadores de touros estrangeiros.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.