sicnot

Perfil

País

Condenado a 18 anos de prisão por atirar namorada de um penhasco

Condenado a 18 anos de prisão por atirar namorada de um penhasco

O jovem que estava acusado de matar a namorada há dois anos no conselho de Tábua foi condenado a 18 anos de prisão. O tribunal deu como provados quase todos os factos, incluindo que o arguido tentou esconder o crime, retirando-lhe o telemóvel e inutilizando-o depois de a empurrar de um penhasco. O corpo foi encontrado quatro meses após a morte. O jovem foi ainda condenado a pagar uma indemnização de 60 mil euros à família da vítima.

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.