sicnot

Perfil

País

Explosão em lar de idosos do Montijo faz seis feridos ligeiros

Uma explosão de gás que ocorreu hoje às 11:44 no Lar de Idosos Recantos de Memória, em Sarilhos Grandes, no Montijo, causou ferimentos ligeiros em cinco idosos e um funcionário, estando a Polícia Judiciária no local a investigar, disse à Lusa fonte da GNR.

SIC

"A explosão, que à partida terá sido causada por uma fuga de gás, causou seis feridos ligeiros, cinco utentes e um funcionário do lar localizado na Broega, em Sarilhos Grandes", referiu.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que os feridos foram assistidos no local por uma equipa de emergência médica e posteriormente transportados para o Hospital do Barreiro.

De acordo com o CDOS, foram mobilizados para o local um total de 22 operacionais e 10 viaturas dos bombeiros, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da GNR.

Utentes de lar do Montijo transferidos para outra unidade após explosão

O presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, afirmou hoje à Lusa que os cerca de 20 utentes do lar onde ocorreu uma explosão vão ser transferidos para outra unidade e que o equipamento vai encerrar para obras.

"Houve uma explosão que terá sido de gás propano e que afetou a zona da cozinha do lar. Foram afetados cinco utentes e um funcionário que estavam nas imediações, mas a indicação que tenho é de que se trata de ferimentos ligeiros", referiu.

Enquanto o lar estiver fechado para obras, os utentes vão ser transferidos para outra unidade que a proprietária possui, explicou.

O autarca disse ainda que, à partida, a explosão não causou danos estruturais no edifício, mas os serviços da Câmara do Montijo vão avaliar o espaço.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.