sicnot

Perfil

País

Costa diz que há razões para estar "reconfortado" com atual solução governativa

O secretário-geral do PS, António Costa, disse hoje que há razões para estar "reconfortado" com a solução governativa baseada em alianças à esquerda, mas sublinhou que são os portugueses que escolhem as soluções em cada eleição.

ANT\303\223NIO COTRIM

À entrada para o 21.º Congresso do PS, que começa hoje em Lisboa, António Costa foi questionado se tencionava manter a solução governativa atual -- apoiada em acordos parlamentares com PCP, BE e Verdes -- em futuras eleições legislativas.

"A solução governativa tem provado bem, quem escolhe as soluções governativas são os portugueses e esta foi a solução governativa que os portugueses escolheram", frisou.

"Feito o balanço dos primeiros seis meses, temos todos razões para estar reconfortados com ela, muitos daqueles que recearam acho que hoje já perceberam que não têm motivos para recear", disse, salientando que os compromissos na base desta maioria "são absolutamente compatíveis" com os compromissos do PS com os portugueses e com a União Europeia.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.