sicnot

Perfil

País

Mês de maio foi "extremamente chuvoso"

O mês de maio foi "extremamente chuvoso", sendo o valor médio da quantidade de precipitação o mais alto dos últimos 22 anos, de acordo com o Boletim Climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Leonhard Foeger / Reuters

Segundo o boletim publicado hoje na página do institutona Internet, o mês de maio foi "extremamente chuvoso e o valor médio da temperatura média do ar foi próximo do normal".

"O valor médio da quantidade de precipitação (142,9 milímetros) foi muito superior ao valor médio (71,2 milímetros), sendo o valor mais alto dos últimos 22 anos", indicou o instituto.

No documento é também destacado que o valor médio da quantidade de precipitação é o 5.º mais alto desde 1931.

"De salientar que, desde 2000 -- últimos 15 anos -, o valor mensal da precipitação em maio foi sempre inferior ou próximo do valor normal", é indicado no documento.

De acordo com o instituto, os valores de precipitação mensal foram mais altos em especial nas regiões do centro e sul do território, tendo sido ultrapassado os anteriores maiores valores para o mês de maio em algumas estações meteorológicas com mais de 50 anos de dados.

No que diz respeito ao valor médio da temperatura média em Portugal continental, o instituto adiantou que foi de 15,78 graus Celsius, um valor muito próximo do valor médio no período 1971-2000.

No boletim é também indicado que o valor médio da temperatura máxima do ar (20,85 graus Celsius) foi inferior ao valor normal.

"O valor médio da temperatura mínima (10,72 graus Celsius) foi superior ao valor normal", segundo o IPMA.

Lusa

  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa