sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje nas regiões do norte e centro céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral até final da manhã, nebulosidade que poderá persistir ao longo do dia em alguns locais da faixa costeira, com possibilidade de ocorrência de chuva fraca.

O IPMA prevê também durante a tarde aumento temporário de nebulosidade nas regiões do interior, vento em geral fraco do quadrante oeste, tornando-se moderado nas terras altas da região centro a partir da tarde, neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais, em especial do litoral e descida da temperatura máxima.

No sul prevê-se céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral oeste até meio da manhã, vento em geral fraco do quadrante oeste, tornando-se moderado no litoral e nas terras altas a partir da tarde, neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais, pequena descida da temperatura mínima e descida da máxima.

Na Madeira, a previsão aponta para períodos de céu muito nublado e vento em geral fraco predominando de noroeste.

Para o grupo ocidental (Flores e Corvo) está previsto períodos de céu muito nublado com boas abertas, aguaceiros fracos e vento oeste fresco a muito fresco com rajadas até 65 quilómetros por hora.

No grupo central (Graciosa, São Jorge, Terceira, Faial e Pico) prevê-se céu muito nublado, com boas abertas a partir da manhã, períodos de chuva na madrugada, passando a aguaceiros fracos e vento sudoeste moderado na madrugada, rodando para oeste.

Para o grupo oriental (São Miguel e Santa Maria) a previsão aponta para céu muito nublado, com abertas a partir da manhã, períodos de chuva na madrugada, passando a aguaceiros fracos e vento sudoeste/oeste moderado a fresco com rajadas até 50 quilómetros por hora na madrugada, tornando-se bonançoso.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 14 e 22 graus Celsius, no Porto entre 14 e 20, em Vila Real entre 13 e 24, em Viseu entre 11 e 21, em Bragança entre 14 e 27, na Guarda entre 14 e 21, em Coimbra entre 13 e 21, em Castelo Branco entre 15 e 25, em Santarém entre 14 e 24, em Évora e Beja entre 13 e 26, em Faro entre 16 e 24, no Funchal entre 19 e 23, em Ponta Delgada entre 17 e 20, na Horta entre 17 e 21 e em Santa Cruz das Flores entre 14 e 18.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.